quinta-feira, 23 de junho de 2011

Quando Posso Não Faço

Quando posso voar
Não tenho asas
Quando posso correr
Não tenho porque
Quando posso falar
Sou tímido
Quando posso ficar
Não vim
Quando posso passar
Dou a volta
Quando posso comer
Não tenho fome
Quando posso escrever
Não tenho palavras
Quando posso olhar
Não tenho câmera
Quando posso cantar
Não tenho canção
Quando posso agradecer
Não há de que
Quando posso pagar
Não tenho dívida
Quando posso sair
Não tenho onde ir
Quando posso reclamar
Não tenho justiça
Quando posso morrer
Não quero

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Um Pedaço de Você

Sou aquele seu amor, que o vento levou,
Sou a saudade que ficou em seu coração,
Sou aquele seu forte abraço,
Aquele seu compasso, no vai e vem do amor,

Sou aquele seu líquido quente,
Que aquece como o sol,
Aquele amor que enlouquece,
Quando o seu corpo padece,

Sou aquela mordida que dói,
Quando a paixão lhe corrói,
Sou o recado que não foi dado,
Aquele amor do passado,
Que ficou em seu coração,
Carente de outra paixão,
Sou o que você pode ver,
Sou um pedacinho de você.